Get Adobe Flash player

ANO DO 28º ANIVERSÁRIO DA COMUNIDADE E. MAGNIFICAT, “cujo carisma é: EVANGELIZAR NO PODER DA EUCARISTIA”

6ª CARTA – JUNHO - 2020.

Maravilha! Começamos o mês com a linda celebração criada pelo Papa Francisco, MARIA MÃE DA IGREJA. 1º de janeiro é também uma celebração em homenagem a Maria com o título de Mater Dei, isto é: MÃE DE DEUS. Fundamentado no evangelho de São João 19,26-27: “MULHER, ESTE É O TEU FILHO. FILHO ESTA É TUA MÃE”. Partindo desta colocação de Jesus, o iluminado Papa criou esta linda celebração: MATER ECCLESIA, isto é: MÃE DA IGREJA. E a nossa Comunidade, que é Mariana, MAGNIFICAT, começou este mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, homenageando a NOSSA QUERIDA MÃEZINHA.

Agradecimento: quando começou esta situação de VÍRUS, bateu a angustia, o medo de faltar comida. Graças a Deus, nada está faltando. Devido não estar entrando nada em termo de dinheiro, a não ser dos Benfeitores, pois tudo está fechado, pensei como fazer para ter comida e pagar as contas. Pois repito: NADA ESTÁ FALANDO EM TERMOS DE ALIMENTAÇÃO. Pelo contrário, o povo está nos socorrendo e nossa dispensa está com tudo que precisamos para o dia a dia. Louvo a Deus pela vida de todos os nossos benfeitores, pois graças a vocês, tudo está correndo em paz. Essa citação do livro dos Atos dos Apóstolos tem nos confortado muito: “OS DISCÍPULOS UNIDOS, PERSEVERAVAM EM ORAÇÃO, COM MARIA, A MÃE DE JESUS” (AT,1,14).

A Carta de Paulo aos Romanos, 5,5 nos dá muita força sempre, especialmente nesse momento: “A ESPERANÇA NÃO DECEPCIONA”. De fato, temos que buscar forças na fé para vivermos a esperança ESPERANDO que tudo melhore o mais rápido possível. Igrejas fechadas, povo sem missa, sem Eucaristia, confissões não estão fáceis de se conseguir devido perigo de aglomerações. “Nós padres, pelo menos com os quais converso, estamos sofrendo de vermos nossas ovelhas com fome e sede do Pão vivo descido do céu”. Mas, muito confiantes que logo estaremos vivendo o grande mistério da Eucaristia.

A COMUNIDADE EVANGELIZADORA MGNIFICAT deseja a todos um exímiomêsdejunho,lembrandoquedia23deagostoestaremosjuntos,noCemudomingo,dia dENCONTRO   DOBENFEITORES.     Com efusivas bênçãode Deupara todonós,

 

Pe. Pedro Paulo,

Fundador da CEM, COMUNIDADE para servir a IGREJA.

ANO DO 28º ANIVERSÁRIO DA COMUNIDADE E. MAGNIFICAT, “cujo carisma é: EVANGELIZAR NO PODER DA EUCARISTIA” 

5ª CARTA – MAIO - 2020. 

    É o mês mais lindo, pois é o mês de Maria, das Mães, das noivas. Muitas flores também. Celebramos o dia das Mães com uma linda Missa e Deus aceitou nossos pedidos de oração pelas nossas queridas mamães. Apesar do Coranavirus, aceitamos 22 pessoas, TODAS DE MÁSCARAS, RESPEITANDO AS DISTÂNCIAS. 

    Esse vírus está terrível! Mas, nossa Mae do céu pisará na cabeça dessa serpente também. Aquela serpente era o pecado e pecado mata a alma, o espírito. Esse vírus mata apenas o corpo. Então é fácil para Nossa Senhora esmagar a cabeça dele. Está chegando a hora do fim de tudo isso. Que fiquem lições para nossa vida, para a vida do mundo.

    Deus está nos abençoado. Tinha eu muito receio de faltar alimentos, pois eventos foram cancelados. Lanchonete, livraria sem vender nada. As coletas nas missas de 2ª feira nos ajudavam muito. Imaginem minha preocupação! Cheguei a perder peso de tanto pensar o que fazer. Cogitei em mandar os jovens para junto dos seus familiares. Percebi resistência. Aumentou minha angústia, pois quem mais corre atrás do necessário aqui sou eu. Meu Deus, comecei a orar e fazer jejum, clamando ao Senhor que nada nos viesse a faltar. Pela graça de Deus, o povo está nos ajudando com alimentos mais do que antes do vírus. Não está entrando dinheiro vivo, mas o suficiente para nos manter. Paulo Caetano, com perseverança no trabalho, nos depositou 4.000,00 reais. Louvei a Deus. Esse depósito é a contribuição de vocês, caros Benfeitores, no mês de abril. Muito obrigado, muito agradecido. Não estamos devendo nada, graças a Deus, graças a vocês. Sempre que vêem pessoas de fora participar de nossas missas, oferecem ajuda e estamos em paz, porém, sem facilitar, claro. Como o planejamento é importante. Agradecemos também anônimos que depositam na conta da Comunidade. 

    Nossa agenda: Mês de Maria: Missas diárias. Novena de Pentecostes. Dia 18/5, celebramos 13 anos de reconhecimento Arquidiocesano de nossa C. Magnificat. Festa para nós, pois a Igreja nos reconheceu, nos acolheu. Obrigado Deus, obrigado D. Eurico, obrigado D. Gil. Agradecemos a D. Pedro que nos abençoa nesta diocese da Campanha. Trata-nos com muita dignidade.    Orem pelo nosso encontro vocacional (Vocare) de 11a 14 de junho, iniciando com uma tarde de ORAÇÃO louvando a Deus pelo DIA SANTO DE GUARDA, CORPUS CHRISTI.

Pe. Pedro Paulo, Cem.

Fundador da CEM, COMUNIDADE para servir a IGREJA.


Contatos: (35) 9 8753 1212 (agenda vivo) - 9 8831 3360 (geral oi)


 

ANO DO 28º ANIVERSÁRIO DA COMUNIDADE E. MAGNIFICAT, “cujo carisma é: EVANGELIZAR NO PODER DA EUCARISTIA”

                                      3ª CARTA – MARÇO - 2020.

     2020, desde o 1º dia do ano, nós, COMUNIDADE EVANGELIZADORA MAGNIFICAT; nos sentimos muito abençoados. A última semana de janeiro fizemos nosso RETIRO ANUAL, orientado pelo Pe. Carlos Paiva, pároco da paróquia Nossa Senhora da Saúde, Lambari. Fevereiro, acolhemos 4 jovens: Leonardo (Varginha), Deivid (Bom despacho), Pedro Henrique e Ryan (Juiz de Fora).

       De 22 a 26 de fevereiro, nosso ACAMPAMENTO DE CARNAVAL. Uma grande graça termos acolhido tantas pessoas que vieram orar conosco. Pregações, adorações, confissões e missas diariamente. A coordenação esteve a cargo dos consagrados Irmãos Elias Zanateli, Guilherme Prado. A Sra Flávia os ajudou também. Lanchonete sob a coordenação do Sr. Chico e Equipe funcionou muito a contendo. A cozinha ficou por conta do cozinheiro profissional, Sr. Wilkerson, militar reformado, que tanto nos ajuda aqui. Nossa livraria, com a presença de D. Conceição, coadjuvada pela enfermeira Elaine esteve sempre aberta aos participantes. Agradecemos todos os ministérios de música que abrilhantaram nosso evento. O concurso de fantasia da vida dos santos foi muito aplaudido pelos participantes. Padre João pregou como também o Pe. Silas. Os diáconos deram grande contribuição como também os membros consagrados. Nossos discípulos do 3º, 2º e 1º anos foram incansáveis nas lidas diárias. Alguns elementos da CEMA, nossa Comunidade Aliança, marcaram suas presenças ora ajudando, ora participando. Deus abençoe a todos que colaboraram, cujos nomes não se encontram aqui nesta missiva.

           Fomos ainda agraciados como a presença dos Padres do Renape que vieram passar 3 dias conosco. São eles: Pe. Walter, Pe. Lino e Pe. Eduardo da Arquidiocese de BH. Pe. Geraldo da Diocese de Oliveira. Foram 3 dias de pura graça pra nós.

Dias 3, 4, 5 e 6 de março, recebemos os sacerdotes da Comunidade ADORAÇÃO E MISSÃO, cujo fundador é o Pe. Hercules e moram em S. Paulo, capital. Vieram fazer retiro no CEM. Deus continua abençoando esta comunidade e nós agradecemos.

                                                                            

Pe. Pedro Paulo, Cem.

Fundador da comunidade E. Magnificat para servir a IGREJA.

Tema: Fraternidade e vida: dom e compromisso

Lema: "Viu, sentiu compaixão e cuidou dele" (Lc 10, 33-34)

Preclaros internautas, Saúde e Alegria!

Como é bom partilhar conhecimento não é mesmo? Motivada pela alegria da partilha é que venho aqui para deixar uma contribuição a respeito da Campanha da Fraternidade desse ano de 2020, mas, acredito ser fundamental olharmos para o início dessa Campanha que nos envolve enquanto estamos na Igreja militante.

Em 1961, três sacerdotes criaram uma campanha com o objetivo de arrecadarem fundos para ajudar os pobres e essa campanha teve o nome que conhecemos hoje: Campanha da Fraternidade (CF), que foi realizada pela primeira vez na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte no ano de 1962. Com uma boa ideia e ótimas práticas dezesseis dioceses também incluíram a CF em 1963, então no ano de 1964 tornou-se em nível nacional essa Campanha.

Pois bem, após uma breve história do surgimento da CF vamos falar a respeito do tema desse ano Fraternidade e vida: dom e compromisso. Ao olharmos o cartaz, percebemos a imagem de Irmã Dulce (que dispensa comentários) e ao fundo um lugar na capital baiana que se chama Pelourinho.

Padre Patriky Samuel Batista é Secretário Executivo para as Campanhas da CNBB e explica o seguinte: Irmã Dulce cuida. E seu modo de cuidar sinaliza uma Igreja em saída. Então, é cuidar das pessoas que estão próximas a nós. Onde estou é lugar de cuidado da pessoa, do mundo, da ecologia. Depois, o cenário faz menção à questão do mundo urbano. Amar é fazer o bem! Daí a beleza do cartaz, que está sintonizado com as  Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no que diz respeito ao pilar da caridade.

Ir. Juliana Parente, CEM

 

Ainda estamos vivendo a chuva de graça que foi derramada no Congresso Internacional das Novas Comunidades em Recife PE, nos dias 13 a 17 de janeiro do corrente.

O Evento foi realizado na Casa, (Obra de Maria), e contou com membros de várias Comunidades aqui do Brasil, Argentina, Itália, França, Sirilanka, Irlanda, Zâmbia, Maputo, Costa do Marfim, Cabo Verde, Líbano, Índia, Japão e Estados Unidos.


E, bebendo da espiritualidade da Renovação Carismática Católica, a Comunidade Evangelizadora Magnificat, que caminha sobre a “ponte” que nos une a Deus, na pessoa do seu Fundador, Padre Pedro Paulo (Padre Pepê), enviou a esse Congresso os diáconos Jorge Lopes e Wilians Ferreira para, juntos representarem a CEM, e beberem da riqueza de graças que foi este Encontro em Recife.

Na “ponte” que nos une a Deus, no diálogo entre a família católica, caminha evangelizando e se comunicando com a Igreja, a Comunidade Evangelizadora Magnificat. O comunicar-se com a Igreja “pessoas”, imagem e semelhança de Deus, faz desta família, acolhida ao novo (nova forma de evangelização numa Igreja em saída como nos pede o Santo Padre o Papa) e envio à busca do Senhor Jesus que se revela às nações.

Jesus percorria, então, todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, proclamando o Evangelho do Reino e curando nossas enfermidades e toda moléstia. Ao ver as multidões, Jesus encheu-se de compaixão por elas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas sem pastor. Então, disse aos discípulos: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi, pois, ao Senhor da colheita que envie trabalhadores para sua colheita” (Mt 9,35-38).Jesus é o Nosso Pastor, é aquele que nos comunica o Evangelho e cura as nossas enfermidades:

 

Em síntese, Esse Congresso Internacional para as Novas Comunidades em Recife, nos mostrou uma Igreja em saída, e nós somos esses “poucos trabalhadores” que caminha nessa ponte, dialogando no amor com nossos irmãos, tendo a certeza de que, temos um Pastor que nos trás a Boa Nova do Reino. Porque a espiritualidade lá apresentada foi de cura para nossas enfermidades. E como magnificats que somos, temos consciência de sermos enviados para trabalhar na messe do Senhor.

(Diácono Jorge Lopes dos Santos, CEM)

E-mail | Link2 | Link3

Copyright © 2010 - ASSOCIAÇÃO COMUNIDADE EVANGELIZADORA MAGNIFICAT - Todos os direitos reservados

ROD. MG 167  KM 88 - CX. POSTAL 1037 - 37410-000 TRÊS CORAÇÕES/CAMBUQUIRA - MINAS GERAIS - (35) 3234-0250 - 3417-0576